Investimentos em manejo e controle sanitário impulsionam exportações de carne de aves e suína em Santa Catarina

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os investimentos e atenção as condições sanitárias e de manejo são características fortes e marcantes da produção de carne suína e de aves realizada em Santa Catarina.

O estado, reconhecido como ambiente livre de febre aftosa por organismos internacionais chegou ao patamar de segundo maior exportador de carne de frango do Brasil, obtendo o reconhecimento no exterior.

Em um período de dez anos, ou seja, entre 2006 e 2016, o estado revelou um aumento de mais de 45% na produção suína e de aves. Já em termos de arrecadação, isso representou um aumento de 80%.

A tendência para os próximos dez anos é de forte crescimento, sobretudo nas exportações para novos países, demonstrando a força e potencial da região, e, principalmente ao atendimento as normas internacionais.

Com isso espera-se, a médio e longo prazo, o crescimento da contratação de mão de obra especializada de profissionais alinhados ao perfil adotado na suinocultura e avicultura do Estado.

Planeje de forma eficiente e garanta resultados rentáveis na sua produção avícola. Confira.

Fonte: Suinocultura Industrial

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 25 de setembro de 2018

Artigos Relacionados com Frango de corte: