Evolução no quadro do surto de gripe aviária no México

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Segundo um relatório do governo mexicano, divulgado na quarta-feira, o número de aves afetadas por um surto de gripe aviária no oeste do México sofreu aumento de 1,7 milhão para 2,5 milhões. Quase 1 milhão desse número morreram ou foram sacrificadas, como medida preventiva.

O surto, detectado no dia 20 de junho, foi provocado pelo vírus da gripe aviária tipo A, subtipo H7N3, que, segundo autoridades, é inofensivo aos humanos. O agravante da situação, do surto de gripe aviária de alta patogenicidade, fez com que o governo mexicano ativasse, na segunda-feira passada, um dispositivo de emergência de saúde animal em todo o país.

As medidas de controle foram intensificadas, especialmente, no Estado mexicano de Jalisco, lider na produção de ovos, principalmente, nos municípios de Acatic e Tepatitlán, de onde faz parte a maioria das granjas afetadas.

De acordo com dados divulgados pelo Serviço de Saúde, Segurança Alimentar e Qualidade Alimentar, ligado ao Departamento de Agricultura, o dispositivo sanitário aplicado em fazendas do Estado de Jalisco abrange 14,4 milhões de aves. Segundo a autoridade de saúde, foi realizado revisão em 129 granjas, apresentando como resultado a confirmação da presença do vírus exótico em 24 fazendas. Dessas fazendas, 10 apresentaram resultado negativo para a gripe aviária e as demais estão sendo acompanhadas por diagnóstico laboratorial. Esse ressultado da presença do vírus diz respeito ao acompanhamento feito até a noite do dia 3 de julho, terça-feira.

O Serviço de Saúde do México informa que emitiu a licença de importação de uma vacina apropriada ao controle do surto. Além disso, sustenta que os cientistas mexicanos estão realizando testes na tentativa de desenvolver uma outra vacina no país. Diante do surto da gripe aviária no país mexicano, o vice-ministro da Agricultura da Guatemala, Mario Marcucci, anunciou que será redobrada a vigilância ao longo da fronteira entre os dois países a fim de impedir a entrada do vírus na Guatemala.

Fonte: AFP

Adaptação: Portal Suínos e Aves

Conheça o Curso de Planejamento e Produção de Frango de Corte!

 

 

 

 

Veja outras publicações do Portal Suínos e Aves:

Crise da suinocultura leva a perda de propriedades rurais em Santa Catarina

A importância da Biosseguridade em Granjas de Suínos

Crise da suinocultura leva a perda de propriedades rurais em Santa Catarina

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 12 de julho de 2012