Dejetos de aves poedeiras podem se tornar adubo por meio de técnicas de manejo

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As aviculturas modernas estão cada vez mais alinhadas à questão da sustentabilidade, promovendo ações diferenciadas em seu processo produtivo e que podem fazer a diferença. Um exemplo é o tratamento de dejetos das galinhas poedeiras, que podem ser utilizados como esterco na agricultura.

No entanto, vários estudos vêm sendo realizados de modo a aperfeiçoar esta utilização, já que, a princípio, o esterco das aves utilizado diretamente no campo tem causado mau cheiro, além de atrair vários tipos de insetos, prejudicando inclusive a plantação.

No entanto, já existem inclusive métodos realizados por pesquisadores do Embrapa para solucionar esta questão, por meio técnicas criativas de manejo de dejetos destes materiais. Estes procedimentos visam, em suma, o armazenamento e secagem dos dejetos, de modo a diminuir a umidade dos mesmos, livrando-os de microrganismos, e neutralizando o odor.

Este item, antes ignorado por parte das aviculturas merece, portanto, ser gerenciado de forma profissional, gerando inclusive lucros para o empreendimento e ainda favorecendo a agricultura. Isso, obviamente, se for realizado com controle, sob critérios e com profissionais capacitados.

Planeje de forma eficiente todos os setores da sua produção e evite os empecilhos.

Confira algumas dicas práticas sobre o assunto. Clique aqui.

Fonte: Avicultura Industrial

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 18 de setembro de 2018

Artigos Relacionados com Aves: