Síndrome Ascítica nas Aviculturas

As doenças são, sem dúvida, um dos maiores empecilhos da produtividade nas aviculturas. Elas exigem métodos de prevenção e controle extremamente rígidos, o que requer muitas vezes grandes investimentos.

Uma destas doenças, responsáveis por perdas de animais e muitos prejuízos, é a Síndrome Ascítica. Também conhecida popularmente como Ascite, a enfermidade é resultado de um conjunto de fatores, que podem envolver a nutrição, como a alta concentração de alimentos energéticos, ambiente, com temperaturas não controladas, e os programas de melhoramento genético, os quais resultam em distúrbios metabólicos. Tudo isso, em conjunto, resulta no comprometimento do sistema fisiológico das aves, causando a debilidade de alguns órgãos, que passam a não cumprir de forma satisfatória seus objetivos.  

Um dos sinais da presença da ascite é a concentração de líquido no abdômen, além da deficiência de oxigênio nas células, representando perdas na qualidade da carne.  Os animais apresentam ainda apatia, mudanças na coloração da crista e barbelas, que se tornam mais arroxeadas, arritmia cardíaca, por conta das mudanças aceleradas de alguns órgãos do coração, lesões, além de problemas pulmonares.

É uma doença, portanto, com múltiplos sintomas e relacionada às falhas do sistema produtivo, ou seja, na pressão por altos índices de produtividade, de forma que não existe nenhum microrganismo diretamente responsável pela doença, como acontece em outras patologias.

A melhor forma de combate à doença é, portanto, a utilização de ações de manejo criteriosas, realizadas com equilíbrio, principalmente em relação a nutrição. Alguns produtores tem relevado, por exemplo, a concentração da vitamina E, como nutriente com antioxidante no controle da Ascite.

Importante ainda promover ações que visem o bem estar dos animais, com instalações devidamente higienizadas e bem ventiladas. Estes são apenas alguns exemplos de métodos que podem coibir esta enfermidade, complexa, e que tem demandado um grande conhecimento dos profissionais envolvidos. 

Essa e outras enfermidades são recorrentes nas aviculturas e a atenção com o manejo é um critério que não deve ser negligenciado.

Fique por dentro de todas as práticas de produção aplicadas em aviculturas e garanta o sucesso da produção. Clique aqui.

Fonte: Avicultura Industrial

Aves

Aves de postura

Clínica e Cirurgia

Notícias

Nutrição

Parceiros

Produção

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Revista Agropecuária Tecnologia e Florestas
© 2017 Portal Suínos e Aves . Todos os Direitos Reservados.