Suíno vivo tem alta nos preços

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O preço do suíno vivo, neste início de ano, está passando por constantes oscilações, segundo dados do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada).

Os valores pagos, que se mantinham estáveis no início do ano, sofreram forte queda em março, preocupando produtores em todo país.

Mas agentes do Cepea afirmam que a elevação das taxas no embarque do produto, em março, foi a principal responsável pela alta dos preços, nos últimos dias. Outro fator, o aquecimento do consumo interno da carne suína, ajudou a diminuir a oferta interna do produto, e a aumentar os preços, devido à menor disponibilidade da carne no mercado, paralelamente à estratégia dos suinocultores.

O Indicador do Suíno Vivo CEPEA/ESALQ, destacou o aumento nas cotações do produto. Em Santa Catarina, a valorização foi de 10,1%, no Paraná, de 4,9%, em São Paulo, elevação de 6,8%, em Minas Gerais, o aumento foi de 4,7% e no Rio Grande do Sul, 1,8%, crescimento observado entre 12 e 19 de abril.

Mesmo com o aumento dos preços, as negociações seguem lentas, de modo geral, e a instabilidade entre oferta de produto e preço, deve continuar atingindo o mercado do suíno vivo.

Fonte: Portal do Agronegócio

Adaptação: Portal Suínos e Aves

 

 

 

Conheça o Curso de Planejamento e Administração de Suinocultura

Veja outras publicações do Portal Suínos e Aves:

Vacinação para frango de corte e galinha poedeira

Brasil perde clientes do mercado avícola

Vacinação para frango de corte e galinha poedeira

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 25 de abril de 2012