Soro de leite na alimentação de suínos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 Um adequado manejo nutricional na granja é característica imprescindível para um bom funcionamento das fases que compõem o sistema de produção. Pensando nisso, uma alternativa barata e que apresenta elevado valor nutricional corresponde ao chamado soro de leite o qual, é dotado de elevado valor nutricional e que se apresenta com boa disponibilidade no mercado de laticínios. O soro de leite que é um subproduto oriundo da fabricação do queijo funciona como uma alternativa viável na alimentação dos suínos.

  Os suinocultores como é de praxe, realizam a desmama dos leitões aos 21 dias de idade e é nesta fase que os cuidados devem ser redobrados. É importante ter consciência de que a partir do desmame, os animais passam por uma mudança significativa já que não basta o afastamento da mãe, o manejo nutricional também é modificado passando da dieta líquida para uma dieta sólida. O sistema de defesa más principalmente, o digestivo, está em desenvolvimento o que leva certo período para completa ação por parte de enzimas e outras substâncias responsáveis pelos mecanismos de digestão, absorção de inúmeros compostos presentes no metabolismo animal. Pensando nisso, vale ressaltar a importância do fornecimento de substâncias mais digestíveis, como é o caso dos carboidratos (lactose) na dieta dos leitões a fim de melhorar ganho de peso além da taxa de crescimento desses animais.

    A lactose é a principal via energética do soro que pode ser fornecida em pó ou em sua forma natural líquida. De acordo com trabalhos desenvolvidos na área, a inclusão de até 21% de soro de leite nas dietas de leitões, melhora a conversão alimentar e não prejudica o desempenho dos animais. Portanto, o soro de leite é mais uma fonte alternativa na alimentação animal.

Por: Rodrigo Dias Coloni , Zootecnista, Mestrado e Doutorando em Nutrição e Produção Animal

 

 

Conheça o Curso de Planejamento e Administração de Suinocultura

Veja outras publicações da Portal suínos e aves:

Mercado Norte-Americano abre as portas para carne suína brasileira

Verme suino pode causar doença grave em humanos

Janeiro fecha com 6,3% de aumento na produção de frangos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 8 de março de 2012