Rio Grande do Sul apresenta melhora no preço do quilo do suíno

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Segundo, Valdecir Luis Folador, presidente da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (ACSURS), a evolução no preço do suíno demonstra firmeza e a expectativa é que se mantenham nesses patamares até o final de 2012.

O setor de suinocultura enfrentou uma das maiores crise no primeiro semestre de 2012, o que ocasionou uma queda nas cotações, mas o setor já registra uma leve melhora. O preço do quilo do suíno vivo pago aos produtores gaúchos elevou-se. No Rio Grande do Sul, a carne é comercializada entre R$ 3,16 e R$ 3,20.

Os altos índices da exportação brasileira e o aquecimento da demanda interna por causa da aproximação do final do ano propiciaram esse cenário positivo. Além disso, com o longo período de crise a produção de suínos não apresentou crescimento expressivo, o que também contribui para a formação desse cenário, sinaliza o presidente.

De acordo com Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), em outubro os embarques da carne suína somaram 61.742 toneladas, um aumento de 33,64% no volume exportado e de 23,04% na receita, em relação ao mesmo período de 2011. Isso fez com que os suinocultores do estado conseguissem sair da margem negativa e começarem a ter uma pequena margem de lucro, explica Folador.

Apesar do quadro favorável o presidente diz que os custos de produção ainda estão altos, em torno de R$ 2,80, e não há perspectivas de retração desse valor.

Fonte: Pork World

Adaptação: Portal Suínos e Aves

Conheça o Curso de Planejamento e Administração de Suinocultura

 

Veja outras publicações da Portal suínos e aves:

Os ovos de pata e codorna querem seu lugar à mesa

Para o cigarro tudo. Para a suinocultura nada.

veja como funiona a produção de ovos em cruzeiro do sul

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 22 de novembro de 2012