Redução na criação de animais devido alta no preço da soja

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Analistas da Oil Wold, consultoria baseada em Hamburgo, declararam na última terça-feira (04/09) que criadores de animais têm reduzido a produção para a indústria de carnes, devido ao aumento a níveis recordes dos preços da soja e do milho. “Produtores de animais começaram a reagir aos altos custos de farelo de soja, milho e outros ingredientes”, disse a Oil World. “As margens (de lucro) se tornaram negativas, levando a um aumento do abate de animais.”

As altas temperaturas e a seca afetaram a safras nos EUA e também reduziu severamente as colheitas de soja no Brasil e Argentina, o que fez com que o preço da soja e do milho, que são importantes ingredientes para ração animal, nos Estados Unidos atingisse preço recordes. “Esses altos preços são dolorosos para os produtores de animais, que vão iniciar um recuo na produção, primeiramente de aves e na indústria de porcos“, disse a Oil World.

No Brasil, o custo da produção de aves aumentou 25%,  acompanhando as altas da soja e do milho, disse a consultoria.

“Como resultado, a produção de aves começou a cair, e agora é esperada para cair para cerca de 12 milhões de toneladas no ano calendário 2012, 7% abaixo do ano passado”, disse. “A produção de aves também começou a cair nos Estados Unidos e outros países.”

De acordo com a consultoria, os preços elevados devem permanecer até os primeiros meses de 2013.

Fonte: Rural Centro

Adaptação: Portal Suínos e Aves

Conheça o Curso de Boas Práticas de Fabricação de Ração – BPF implementação e gestão

Veja outras publicações do Portal Suínos e Aves:

Crise na Suinocultura: desistir ou buscar alternativas?

Liberada a exportação da carne suína brasileira para a argentina

Exportação brasileira de frango no primeiro semestre aponta avanço na exportação anual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 6 de setembro de 2012