Patamares recordes para os preços do frango vivo e da carne

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Segundo dados do IBGE, o nível de preços do frango inteiro chegou a pesar na inflação em setembro.

Na maioria das regiões pesquisadas pelo Cepea, considerando-se a série iniciada em 2004, os preços do frango vivo e da carne atingiram patamares recordes, em termos nominais, no mês de setembro.

As cotações tiveram um ligeiro recuo no final do mês, movimento normal para o período, mas seguem em patamares elevados. De acordo com o IBGE, o frango inteiro está entre os dez subitens com maior peso no cálculo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e, dentre esses produtos, é o que mais teve aumento no mês de setembro, de 4,66% – em julho e agosto, os aumentos haviam sido de 0,13% e 1,35%, respectivamente.

Entre os dias 4 e 10, de outubro, o frango congelado desvalorizou 1,2% no mercado atacadista do estado de São Paulo. A carne resfriada passou para R$ 3,33/kg, com recuo de 0,7% no período.

Fonte: Ave World

Adaptação: Portal Suínos e Aves

 

 

 

Conheça o Curso sobre Alimentos e Alimentação de Frangos de Corte!

 

 

 

 

 

Veja outras publicações do Portal Suínos e Aves:

Crise na Suinocultura: desistir ou buscar alternativas?

Liberada a exportação da carne suína brasileira para a argentina

Exportação brasileira de frango no primeiro semestre aponta avanço na exportação

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 17 de outubro de 2012