Meningite estreptocócica

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

sarnaA meningite estreptocócica que acomete os suínos é frequentemente diagnosticada em locais em que os animais são mantidos com pouca ventilação e superlotação.

A doença afeta os leitões tanto na maternidade como na creche, o suíno portador dissemina a bactéria para os outros animais.

Os animais acometidos na primeira semana de vida apresentam sintomas, como tristeza, ceras arrepiadas, tremores musculares e sensibilidade aumentada. Já nos leitões desmamados os sintomas característicos são a falta de apetite, tristeza, febre, incoordenação de movimentos, decúbito lateral, movimentos de pedalagem e convulsão.

O tratamento é indicado de acordo com o diagnóstico laboratorial, assim evita-se uso indiscriminado de antibióticos que pode aumentar a resistência da bactéria. Não existe nenhuma vacina na prevenção da doença, por isso é necessário praticar o manejo adequado e a higienização do local, além de oferecer o leite materno por longo período que aumenta a imunidade dos leitões.

Fonte: www.suinos.com.br

 

Planejamento das atividades do plantel de suínos.

Saiba como identificar os índices técnicos relevantes à produção de suínos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 26 de março de 2015