Manejo de leitões

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

manejo de leitoesA produção equina pode ser prejudicada pelo manejo inadequado dos leitões, uma vez que, a higienização incorreta acarreta diversas doenças e muitas ficam incubadas sem apresentar sintomas visíveis durante um tempo ou por toda a vida.

A doença incubada é disseminada por todo o plantel, os animais acometidos são prejudicados com o agravamento das doenças que podem acometer diversos órgãos, causando grandes perdas na produção.

A circovirose acomete os porcos, é causada pelo agente circovírus suíno tipo dois, PVC 2, a transmissão ocorrer por via nasal, sendo assim altamente contagiosa. A doença afeta o sistema imunológico dos animais, e dessa forma a entrada de agentes que ocasionam outras doenças é facilitada.

Os animais acometidos pela doença perdem o apetite e consequentemente o peso, apresentam linfadenopatia, diarreia crônica e dificuldade de respirar. Não existe tratamento específico para a circovirose, mas sim tratamento para as infecções secundárias. O vírus permanece ativo no organismo dos animais.

 O melhor tratamento para a doença é evitá-la, fazendo o manejo adequado e também vacinando todo o plantel.

O bom manejo exige que os animais sejam separados por idade, com um programa nutricional que atenda cada fase, vacinar todo o plantel, evitar as situações de estresse e como os animais acometidos pela doença sempre terão o vírus, estes devem ser separados do plantel saudável.

Como a está produção de suínos no Brasil?

Como administrar  financeiramente a granja?

Quais as estratégias para maximização do lucro na granja?

Fonte: Rural Pecuária

Adaptação: Portal Suínos e Aves

Conheça o Curso de Planejamento e Administração de Suinocultura

planejamento e admininstração da suinocultura

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 20 de maio de 2014