Fatores de risco relacionados à reprodução de suínos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os principais fatores de risco são ligados às doenças epizoótica e as multifatoriais de etiologia complexa. Podendo afetar um grande grupo de uma só vez, acarretando grande impacto econômico ao produtor, uma vez que influenciam diretamente nos índices de produção.

Vários estudos e pesquisas mostram que os fatores de risco, aumentam a chances de doenças na diferentes fases da criação. É importante ter o conhecimento necessário a fim de evitá-los ou corrigi-los quando possível. A probabilidade do aparecimento ou agravamento das doenças também está relacionada entre si.

A fase da maternidade é normalmente onde ocorre maior número de óbitos de leitões. Na fase da creche as diarreias e infecções são os principais problemas. Na fase do crescimento e terminação os principais fatores são relacionados a problemas sanitários, e doenças respiratórias.

Para garantir saúde aos animais em todas as fases, é de extrema importância, água e alimentos de qualidade, higiene e um bom sistema de manejo, além do acompanhamento de um médico veterinário, para evitar as possíveis eventualidades.

 

O manejo com a reprodução da fêmea suína atribui na qualidade de vida e prevenção contra as enfermidades. Saiba mais.

Fonte: Embrapa

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 20 de outubro de 2016