Estrutiocultura ou criação de avestruz: Conheça sobre sua produção e mercado

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A criação de avestruzes, a estrutiocultura, ainda encontra-se em processo de instalação em nosso país, longe de atender as demandas comerciais dos produtos desta ave.

Além do sabor e baixa caloria, a carne de avestruz é bastante cara, garantindo ao produtor ótimo retorno financeiro.

É de fácil preparo, além de ser isenta de hormônios, esteroides, antibióticos, completamente natural, sem aditivos bioquímicos.

Nos Estados Unidos, grande produtor de avestruzes, a implantação da estrutiocultura iniciou na décade de 70, mas o abate começou somente em 1995.

O Brasil apresenta características como disponibilidade de terras e clima, favorável a criação desta ave, encontrando grande potencial produtivo em nosso país.

As três raças mais utilizadas para a criação de abate e afins são black neck, red neck e blue neck. Para a instalação da criação, necessita-se de bastante espaço para que as aves se movimentem, e o ideal é que sejam criadas em fazendas ou sítios, nunca em áreas residenciais, pois não há espaço e o convívio com o homem não é sadio para a sua natureza selvagem.

O aproveitamento dos produtos da estrutiocultura é diverso, desde os ovos para finalidade de alimentação do homem, o couro (cerca de dois quilos por animal) e mais de 100 quilos da carne.

Fonte: Criação de Animais

Adaptação: Portal Suínos e Aves

 

 

 

Conheça o Cursos de Planejamento e Produção de Frango de Corte

Veja outras publicações da Portal suínos e aves:

Carne suína mineira em alta

Brucelose suína

Alta no preço da carne de frango

 

 

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 15 de maio de 2012