Conhecimento pode ser um diferencial na avicultura

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A avicultura brasileira vem ocupando nos últimos anos uma posição privilegiada no mercado mundial. Somos o segundo maior produtor e exportador de carne de frango, sendo que este setor encontra-se ainda em franca expansão, com índices superiores aos de carne suína e bovina.

Apesar de números positivos, o ano de 2016 vem se relevando na contramão deste cenário.

Haja vista o problema do fornecimento de milho, principal insumo do setor, além da piora do consumo interno.  Com isso o produtor não colheu os bons resultados de anos anteriores, sobretudo por conta dos preços baixos de venda e altos custos de produção, catalisados pela crise brasileira.

Tal panorama forçou o produtor a se adequar e a tomar algumas medidas necessárias, em termos de eficiência, de forma a gerar um bom custo beneficio.

Uma técnica simples, e que vem ganhando a adesão de produtores, está na nutrição, que responde por mais de 70% dos custos de produção.

E dentre deste item está o processo de ração petilizada, solução que vem trazendo bons resultados, já que os nutrientes são bem aproveitados pelo animal, que passa a ter uma digestão mais eficiente. O resultado, que já foi comprovado através de diversos estudos, são animais com melhores ganhos.

Este é apenas um exemplo, sendo que há procedimentos semelhantes, que podem ajudar a empresa a ser mais produtiva em tempos de crise, sem grandes gastos.

Por isso, o investimento em conhecimento é o melhor caminho para que produtores e profissionais da área encontrem as melhores alternativas e soluções para se tornarem competitivos.

 

Seja um profissional destaque na área da avicultura. Clique aqui.

Fonte: Avicultura Industrial

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 7 de outubro de 2016