Como criar galinha caipira

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Muitos criadores de galinhas do tipo caipira não sabem, ao certo, se devem ou não oferecer ração para ajudar no desenvolvimento de suas aves sem modificar sua qualidade rústica. Mas o certo é que as caipiras e as de raça devem receber o mesmo tipo de alimentação.

 Uma receita prática é começar com ração inicial para pintos de 1 dia e, a partir de 30 dias, passar para ração de crescimento. Em períodos de reprodução, deve-se fornecer às aves ração de postura. Se o destino da galinha for o abate, aconselha-se optar pela ração de engorda. Pode-se acrescentar milho à alimentação, na proporção de uma parte de milho para duas partes de ração. Há quem prefira criar galinhas caipiras soltas no pasto, fornecendo apenas uma refeição de milho ao dia.

 Contudo, aves que se desenvolvem somente com a ingestão do grão têm uma diminuição na postura, além de correrem o risco de morrer por parada cardíaca, devido ao excesso de gordura. Essas aves, no entanto, botam ovos com gema mais avermelhada. Caso haja horta no local, sirva também folhosas em geral, menos alface que pode provocar diarreia. Elimine os resíduos de defensivos agrícolas nas plantas, lavando-as em água corrente e pondo-as para secar por algumas horas, ou de um dia para outro. Disponibilizar água limpa e fresca para a criação é muito importante para preservar a saúde das aves. Mantenha a higiene no local de manejo e siga a programação de vacinas, muito úteis na prevenção de doenças de aves.

Fonte: Globo rural

Adaptação: Revista Veterinária

 

 

 

Conheça o Cursos de Planejamento e Produção de Frango de Corte

Veja outras publicações da Portal suínos e aves:

Material genético e raças de frangos de corte

Suínocultura tem sido de constantes oscilações

Mercado de ovo continua estagnado

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 2 de maio de 2012