Cisticercose

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Cisticercose é uma doença do tipo zoonose, e se inicia quando suínos e bovinos ingere alimentos contaminados por fezes humanas portadoras do verme, que se deposita na forma de ovos no intestino do animal, liberando larvas que podem ganhar a corrente sanguínea e os tecidos, sendo o cérebro e os músculos os órgãos mais atingidos.

A doença vem causando problemas de saúde pública e animal em várias regiões do mundo, além de grandes prejuízos aos produtores.

Ela está relacionada ao baixo desenvolvimento técnico das propriedades rurais, especialmente de países subdesenvolvidos, e com pouca atenção ao saneamento básico.

A identificação da cisticercose tem sido uma das maiores dificuldades, pelo fato do animal não apresentar sintomas claros. Diarreias e cólicas podem ocorrer, embora isso não seja suficiente para definir o quadro.

Sendo assim, o produtor, na maioria das vezes, ficará sabendo da doença apenas no momento do abate do animal. Tal fato faz com que ele tenha que se desfazer da carcaça, o que lhe causa prejuízos.

A inspeção, obrigatória no Brasil, ocorre por meio de avaliações macroscópicas nos tecidos e órgãos do animal. E os casos de constatação da doença são duramente penalizados pelos órgãos públicos.

O controle desta doença se baseia em medidas sanitárias, ou seja, é preciso atuar na prevenção e investir no conhecimento sobre a mesma. Somente assim é possível que se interrompa o ciclo do parasita.

 

O planejamento das granjas é essencial para que esses tipos de doenças não afetem os animais. Saiba mais.

Fonte: Portal da Educação

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 27 de junho de 2016