Carregamento e transporte de frangos de corte: garantia de qualidade da carcaça

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

produção industrial de abate de avesO carregamento e o transporte dos animais garantem uma boa qualidade da carcaça. Nesses processos alguns passos devem ser seguidos e respeitados.

As aves devem ser carregadas nas caixas transportadoras em quantidades observadas de acordo com o sexo e peso dos animais, e ainda fatores como o clima e a distância do aviário ao abatedouro, esse cuidado é importante, já que o número de fraturas é reduzido quando as aves conseguem se mover nas caixas.

As fileiras entre as caixas devem ser suficientes para que haja passagem de ar, evitando que as aves sofram com a falta de oxigênio, o que acarreta em coloração anormal nos animais.

O caminhão deve se posicionar perto do aviário, evitando muita movimentação com as caixas, além de batidas e movimentos bruscos. Deve-se manter um ponto de equilíbrio quanto ao número de caixas na altura de sete a oito, já que as duas últimas fileiras são responsáveis por 40% das hemorragias de peito. As caixas devem se bem amarradas, a critério de cada carregador. O transporte deve ser feito preferencialmente à noite, evitando temperaturas mais elevadas.

Os profissionais que trabalham no carregamento e transporte das aves devem ser bem treinados, evitando assim que as aves sofram com possíveis estresses causados por manejo inadequado.

Como realizar o armazenamento da carne de frango?

Quais as etapas do abate de frango de corte?

Como verificar o estresse e qualidade da carne?

Fonte: Criação de Animais

Adaptação: Portal Suínos

Conheça o Curso sobre Abate, Processamento e Comercialização de Frangos de Corte

ABATE DE FRANGOS DE CORTE

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 30 de junho de 2014