Aumenta a procura por suínos vivos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Embora o segmento de carne suína tenha registrado uma queda nas vendas para o atacado e varejo, como já era esperado para a primeira quinzena do mês de janeiro, o mercado de alguns estados registrou certa melhora na procura por suínos vivos, em virtude do aumento progressivo da demanda.

No Rio Grande do Sul, por exemplo, houve um aumento de cerca de 0,10 no quilo do animal vivo, fechando a cotação em R$ 4,08/kg.

Outra variável importante a ser considerada para este aumento está relacionada ao peso dos animais, já que o produtor entregou um pouco menos de animais para o varejo, porém com pesos maiores, reduzindo a disponibilidade de suínos no mercado.

Este aumento surpreendeu até mesmo empresários e analistas, em virtude do momento de baixo consumo deste produto em vários estados brasileiros.

São várias vantagens que envolvem o mercado da suinocultura, contando com o planejamento e gestão. Confira.

Fonte: Suino.com

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 7 de fevereiro de 2017