Atrofia dos cornetos nasais em suínos afeta produtividade

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma doença altamente contagiosa, causada por bactérias e que atinge suínos de várias idades, causando enormes prejuízos financeiros em granjas pelo mundo, a Atrofia dos Cornetos Nasais em Suínos afeta diretamente o desenvolvimento do animal, sobretudo o peso. 

A doença, que começa no nariz, atinge em pouco tempo o sistema respiratório dos animais e pode ser transmitida via secreção nasal e contato direto com outros animais infectados.

O vírus encontra ambiência em granjas com déficit de ventilação, falta de higiene e altas temperaturas.

Os sinais clínicos mais observados nos animais infectados são espirros, corrimentos nasais, apatia, desvio nasal, baixo crescimento, dentre outros.

As análises em laboratório a partir das carcaças do animal, especialmente o nariz é a forma mais viável de diagnóstico concreto.

Já o tratamento passa pela sorologia, embora pouco eficaz. A melhor maneira de se evitar a doença é por meio de métodos preventivos e de manejo, com estabelecimentos ventilados, limpos e uma vacinação em dia, sobretudo em leitoas em gestação.

O manejo adequado das instalações faz toda diferença em um processo de criação de suínos. Confira.

Fonte: rblvet

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 13 de fevereiro de 2017