Alimentação de Frangos de Corte

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A alimentação de frangos de corte é uma das principais questões a serem pensadas dentro de uma granja, já que o aumento da produtividade depende diretamente deste tema, que representa geralmente mais de 70% dos custos de produção.

E como os animais estão em um sistema de confinamento, são totalmente dependentes do manejo do produtor, que por sua vez necessita contar com um profissional especializado para que a nutrição seja balanceada e possa suprir as necessidades do animal em todas as suas fases de crescimento.

Ele deverá incluir nutrientes imprescindíveis na dieta, como proteínas, aminoácidos, minerais, vitaminas, ácidos graxos, água, dentre outros, nas dosagens e frequências exatas conforme as exigências biológicas dos animais.

Estes nutrientes podem ser encontrados em vários tipos de alimentos recomendados para as aves, principalmente o milho, embora também sejam utilizados o trigo, cevada e seus subprodutos. 

O milho inclusive vem sendo substituído por alimentos alternativos, sobretudo por conta da elevação do preço desta matéria prima, que vem onerando várias empresas.

Estes alimentos substitutos necessitam de um controle ainda mais rigoroso em termos de planejamento nutricional, tendo em vista as porcentagens protéicas distintas do milho, para que possam substituir a alimentação tradicional.

A mandioca, farelo de arroz, feijão-guandu ou leucena, ou vagens moídas de faveira, são exemplos destas opções, sendo a viabilidade econômica um fator relevante a ser considerado.

 

Veja técnicas de manejo nutricional dos frangos que garantem uma qualidade no produto final. Clique aqui.

Fonte: Sistemas de Produção

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 6 de julho de 2016