Agindo com cautela, mercado suíno ganha fôlego

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O mercado interno e de exportações quanto ao quilo do suíno tem demonstrado grande potencial de crescimento mesmo no momento de crise. O valor pago pelo quilo do animal vivo teve um crescimento e a carne tem tido bons resultados em relação à carne bovina e de frango.

As exportações aceleraram chegando à casa dos 83 mil toneladas somente em janeiro e fevereiro deste ano. Os novos valores pagos aumentam as expectativas dos produtores, porem, não diminui o sinal de alerta do consumidor.  Os custos da produção estão altos devido aos elevados preços da saca de milho.

A atividade de suinocultura no Brasil é reconhecida mundialmente pela qualidade da produção. É importante para o setor manter as exportações aquecidas, visto que os brasileiros não comem em grande quantidade a carne suína, porem, este consumo tende aumentar devido aos valores pagos pela de frango e boi.

 

O setor de suinocultura deve ter um planejamento adequado para que gere lucro. Saiba mais.

Fonte: ABCS

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 15 de julho de 2016