Acordo prevê liberação de cortes de carne suína para a Argentina

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A liberação de todos os tipos de cortes de carne suína brasileira para o mercado argentino foi firmado entre Brasil e Argentina. Em compensação, o Brasil vai liberar as importações de maçãs, peras, marmelo e limão siciliano.

No mês de setembro o governo argentino havia suspendido novamente a concessão de licenças para importações de cortes de carne suína até que o Brasil cumprisse o acordo firmado em julho deste ano, que previa a liberação também de lagostim e cítricos.

O volume das exportações brasileiras para o mercado argentino até agosto recuou 49% (para 12,7 mil toneladas) em relação aos primeiros oito meses do ano passado. As vendas de carne in natura para o mercado argentino recuaram 45% (para 11,3 mil toneladas), enquanto a industrializada teve uma queda de 89,1% (para 304,2 toneladas), o que pode ser explicado devido às das restrições impostas pelo governo argentino a partir de fevereiro deste ano.

Fonte: Pork World

Adaptação: Portal Suínos e Aves

Conheça o Curso de Planejamento e Administração de Suinocultura

 

 

 

 

Veja outras publicações da Portal suínos e aves:

Os ovos de pata e codorna querem seu lugar à mesa

Para o cigarro tudo. Para a suinocultura nada.

veja como funiona a produção de ovos em cruzeiro do sul

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 8 de outubro de 2012