A gestão eficiente na suinocultura

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A gestão eficiente de uma suinocultura é quem vai determinar a longevidade, sucesso ou fracasso da mesma.  Tal aspecto não pode deixar de contar com um planejamento satisfatório de nutrição, sanidade, controle sanitário, manejo, mão de obra especializada, dentre outros fatores e linhas de atuação, as quais possibilitem a lucratividade sem abrir mão da sustentabilidade.

São desafios e detalhes que se impõe com uma rigidez cada vez maior, nos últimos anos, sendo que desconsiderar tais aspectos é praticamente determinar a morte de um empreendimento deste setor no mercado.

A genética, por exemplo, avançou consideravelmente nos últimos 20 anos, através de técnicas que possibilitaram ganhos importantes para a qualidade dos produtos. No entanto, é preciso que o produtor tenha consciência da viabilidade e retorno deste investimento, antes de se arriscar.

Já a nutrição animal, também caminhou na mesma direção, proporcionando dietas que impulsionaram ainda mais o potencial genético. Mas na prática, é preciso que o produtor escolha os produtos de maneira criteriosa, com a qualidade e quantidade exata, a custos acessíveis, além de armazená-las de maneira correta e contar com a colaboração de outros profissionais.

A ambiência das suinoculturas também não pode ser deixada de lado, sendo importantes os investimentos em instalações que possibilitem temperaturas corretas e qualidade de vida ao animal, com vistas ao ganho de produtividade.

Estes, obviamente, são pequenos exemplos a ser pensados, dentre centenas de outros voltados para uma suinocultura, que possui metas, planos de ações, controles específicos, que a diferencia de outros segmentos. Diante destes desafios, o produtor necessita buscar a sua capacitação de forma contínua, já que gerir é buscar os melhores meios para se atingir um objetivo, que só poderão ser alcançados através do caminho do conhecimento.

 

Uma boa gestão parte do conhecimento e planejamento de profissionais qualificados. Saiba mais.

Fonte: Suinocultura Industrial

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 18 de outubro de 2016