Doença de Gumboro na Avicultura

A doença de gumboro é recorrente em grande parte do mundo, causando sérios prejuízos nas criações de frangos de corte, afetando diretamente as aves jovens de três a sete semanas de idade.

Com grandes taxas de mortalidade registradas, o vírus causador da doença é eliminado nas fezes do animal e transportado de galpão para galpão através dos bebedouros, comedouros, campânulas e através dos trabalhadores que manejam os galpões.

Sinais da doença de gumboro

A doença apresenta como principais sinais:

 - falta de apetite,

- diarreia acentuada,

- depressão,

- desidratação,

- desuniformidade no plantel,

 - altas perdas econômicas na produtividade.

Controle e prevenção

Veterinários e zootecnistas vêm, por conta da Gumboro, traçando estratégias de controle e prevenção da doença por meio da imunização de matrizes, através de vacinação, já que a doença não tem tratamento.

Formas de manejo correto e também a desinfecção dos aviários, bebedouros, comedouros e campânulas com amônia quaternária e o uso de pedilúvio na entrada dos galpões são técncias de sucesso para prevenir o plantel.

A capacitação sobre o assunto pode ser seu diferencial em garantir o bem-estar das aves.

Amplie seu conhecimento sobre a legislação e as medidas de biosseguridade como os programas de vacinação, doenças mais comuns e manejo de resíduos da granja. 

Não tenha perdas desnecessárias na sua produção: Planejamento e produção de frangos de corte

Quer ainda se destacar pelo conhecimento?

Então não deixe de conferir: Industrialização de Ração para Alimentação Animal

Fonte: Equipe portal Suínos e Aves

Administração

Areas

Aves

Aves de postura

Clínica e Cirurgia

Comércio

Curiosidades

Destaques

Instalações

Notícias

Parceiros

Produção

Sanidade

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Revista Agropecuária Tecnologia e Florestas
© 2018 Portal Suínos e Aves . Todos os Direitos Reservados.