Conheça aqui as doenças mais comuns na avicultura

A avicultura tem se tornado uma fonte de renda para muitos produtores rurais, seja para o comércio industrial ou até mesmo para o próprio consumo (pequenos produtores). Mas para alcançar o sucesso nesse segmento o produtor tem enfrentados alguns desafios, e um que merece destaque são as doenças que afetam as aves.

Pensando nisso, fizemos um pequeno levantamento das principais doenças que causam a queda da produção na avicultura. Destacamos aqui algumas viroses, bacterioses, parasitoses e até mesmo as de origem nutricional e metabólica.

- Doença de Newcastle: Afeta o sistema digestivo, respiratório e nervoso das aves, causando lesões muitas vezes irreversíveis e é altamente contagiosa. Tem como principais sinais a dificuldade em respirar, inchaço da cabeça, brusca queda na produção de ovos, úlceras e hemorragias, paralisia das pernas e asas.

- Bouba aviária: Conhecida popularmente como caroço ou pipoca, os primeiros sinais são a formação de nódulos nas regiões sem penas como por exemplo, na barbela, ao redor do bico e dos olhos.

- Encefalomielite aviária: Se desenvolve em aves com até oito semanas de vida, sendo responsável pela brusca queda da postura do animal, ocasionando em tremores e paralisia da cabeça e pescoço.

- Salmonelose: Tem como as principais a pulorose que afeta aves mais jovens e o tifo aviário que afeta as adultas. Essa doença merece uma atenção redobrada, pois é altamente contagiosa afetando animais mamíferos e até mesmo humanos.

- Botulismo: É responsável pela paralisia e morte repentina da ave, e tem como principal causador uma toxina produzida por bactérias.

- Coccidiose: Proporciona lesões no intestino das aves como hemorragias e necroses, tem como principais sinais a diarreia com ou sem sangue e perda de peso.

- Raquitismo: Se desenvolve pela falta de cálcio e fósforo no organismo do animal resultando em deformidade do esqueleto.

- Encefalomalácia nutricional: o primeiro sinal apresentado pela doença é a prostração e incoordenação motora do animal, essa doença é caudada pela falta de vitamina E no organismo.

O melhor método de prevenção é através da vacinação, mantendo em dia toda a imunização adequada para os animais, contando também com a higienização das granjas, isolamento dos animais infectados e um manejo nutricional balanceado. 

Parece simples, mas existem muitos detalhes que fazem a diferença na hora dos resultados. A busca por conhecimento e por novas tecnologias que englobam esta área interfere positivamente nos lucros do criador. Hoje em dia, temos cursos direcionados exclusivamente para a avicultura e que visam a melhoria desta produção. Vale a pena conferir.

Interessado pela área e quer ampliar seu conhecimento no assunto?

Veja algumas dicas de como alcançar o sucesso com a avicultura. Confira aqui.

Aves

Aves de postura

Instalações

Notícias

Parceiros

Sanidade

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Revista Agropecuária Tecnologia e Florestas
© 2017 Portal Suínos e Aves . Todos os Direitos Reservados.