Aprenda a controlar as pragas aviárias

A avicultura brasileira vem ao longo dos últimos anos confirmando a sua expressividade no mundo ao exportar para mais de 150 países, com mais de 12 milhões de tonelada de carne de frango produzidas anualmente. Tudo isso é resultado dos investimentos em tecnologia, genética, sanidade etc.

Mesmo diante desta importância há ainda alguns gargalos a serem superados não apenas por nossa avicultura, mas em escala global, como as pragas causadoras de doenças.  O cascudinho, como é popularmente conhecido é um exemplo.

Trata-se de um inseto de origem africana e que vem desafiando produtores por conta de sua alta capacidade reprodutiva, sendo encontrado muitas vezes nas camas dos frangos e fezes de galinhas poedeiras. Ele é responsável por vários problemas que atrapalham a produção avícola.

Um exemplo é quando a praga se alimenta de aves mortas, e, posteriormente, dissemina a doença responsável pela queda da produção. Podem ser ingeridas ainda pelas próprias aves, por conta do habito de ciscar e “procurar” alimentos no chão. O resultado é que as toxinas liberadas por estes insetos no organismo causam lesões no intestino, pele e infecções nos órgãos, o que compromete a qualidade da carne no abatedouro. 

Desta forma, a melhor maneira de se combater esta praga é através do controle químico, principalmente nas camas aviárias e frestas dos estabelecimentos, por meio de aplicadores especiais (pulverizadores). Tal método deve ser contínuo e deve ser aplicado somente por profissionais capacitados neste manejo.

Não perca com o desempenho da produção! Confira os principais métodos que podem ser adotados nas criações avícolas. Clique aqui.

Fonte: Ouro Fino

Aves

Aves de postura

Instalações

Notícias

Parceiros

Produção

Sanidade

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Revista Agropecuária Tecnologia e Florestas
© 2017 Portal Suínos e Aves . Todos os Direitos Reservados.