A produção de Foie Gras

Um prato típico francês, saboroso e ao mesmo tempo polêmico.  Assim podemos definir o Foie Gras, que significa “fígado gordo”. A produção desta iguaria consiste em submeter o pato a uma alimentação rigorosa, realizada manualmente e a base de cereais, para a sua engorda.  Sendo assim, grande parte desta gordura é depositada no fígado, que aumenta em 10 vezes o seu tamanho.

E é justamente no processo de alimentação destes animais, através da técnica chamada “gavage”, que a polêmica se instaura, pois os patos são penetrados por um tubo, que do bico vai diretamente para o seu esôfago. Por causa disso, ativistas vêm considerando o método cruel com os animais.

Muitos países como Alemanha, Noruega, Argentina, também tem aderido às críticas de maus tratos, e proibiram a venda e a produção do Foie Gras. Em contrapartida, as empresas criadoras destes animais, vem argumentando que a engorda tem sido realizada dentro dos padrões, não fazendo mal ao animal, tendo em vista que não foram encontrados hormônios de estresse no mesmo.

Em São Paulo o Foie Gras chegou a ser proibido em 2015, por conta de uma lei do Prefeito Fernando Hadad. Porém, por conta de uma liminar, a iguaria francesa ainda pode ser comercializada até o julgamento final do processo.   

O Foie Gras ainda continua gerando muitos admiradores e críticos, sendo que junto com as trufas brancas, é uma das iguarias mais caras do mundo.

 

Veja também o processamento e a comercialização de frango de corte. Clique aqui.

Fonte: PetitGastro

Abate

Areas

Artigos

Aves

Comércio

Notícias

Produção

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Revista Agropecuária Tecnologia e Florestas
© 2018 Portal Suínos e Aves . Todos os Direitos Reservados.