Salmonelose ou paratifo dos leitões

sarnaA criação de suínos pode ser acometida por diversas moléstias, causando grande prejuízo no que se relaciona ao descarte do animal e qualidade do produto final. Dentre as doenças possíveis, a salmonelose ou dos leitões, causa pneumonia que é popularmente conhecida como batedeira.

O paratifo é infeccioso e agride os leitões entre cinco semanas a quatro meses. A doença pode ocorrer na forma aguda, quando os animais apresentam morte súbita ou acompanhada de enfraquecimento, dificuldade para locomover e manchas avermelhadas na pele, ou ainda na forma crônica quando os animais apresentam febre, dificuldade para respirar, falta de apetite e diarreia esverdeada, amarelada ou sanguinolenta e com odor fétido.

A infecção ocorre quando os animais ingerem alimento contaminado, ou ainda quando entram em contato com outro animal que apresenta a doença. Para prevenir a salmonelose é preciso vacinar as fêmeas nos últimos meses de gestação, e os leitões aos sete dias de vida e depois quando completarem 15 dias.

As medidas de higienização das instalações também evita o surgimento da doença, é necessário separar e tratar os animais diagnosticados com a doença, evitar o excesso de animais em um mesmo lugar e sempre deixar os recém-chegados em quarentena.

Fonte:  www.ruralsoft.com.br/manejo

Instalações e ambiência, obtenha melhores resultados.

Saiba como administrar os  índices técnicos da granja.

Conheça os princípios da qualidade aplicadas à suinocultura.

97

Areas

Artigos

Sanidade

Sites relacionados
Revista Veterinária Revista Veterinária Revista Agropecuária Tecnologia e Florestas
© 2018 Portal Suínos e Aves . Todos os Direitos Reservados.